sexta-feira, 5 de maio de 2017

Acusado de agressão, ex-BBB Marcos desabafa sobre Emilly: 'Traição não tem perdão'

          Investigado por agressão a Emilly Araújo, o ex-BBB Marcos Harter voltou a falar da gaúcha, com quem teve um relacionamento amoroso no reality show. Em conversa ao vivo com os fãs por meio do Instagram Stories na madrugada desta quarta-feira, o médico fez um apelo aos seguidores para que parem de insistir numa reconciliação entre eles e não perdeu a oportunidade de detonar a gêmea.
"Desiludir o povo com isso. Ficar forçando a barra é até um desrespeito a minha pessoa. Poxa, deixei bem claro. Não forcem a barra! Traição não tem perdão. Eu defendi a hombridade, a retidão de caráter, a verdade o programa inteiro, o amor próprio. Eu tenho amor próprio. Quem me ama tem que aceitar as minhas escolhas", disse ele, sem citar o nome da campeã do "BBB 17".
Em outro momento, Marcos reafirmou o que escreveu numa carta há duas semanas, contando que foi traído por Emilly e que ela foi a responsável pela expulsão dele no programa.
"O que escrevi naquela carta é tudo verdade. Me dá uma peninha desses grupos que ficam apostando num relacionamento que não vai existir. Ele existiu, sim, e da minha parte foi verdadeiro. Mas agora não vai mais existir. E a verdade vem aos poucos aparecendo", disse.
Justiça nega pedido
O juiz Marco Couto, da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, negou o pedido de liminar para suspender as investigações da polícia contra o ex-BBB Marcos Härter. A informação é da coluna “Gente boa”, do jornal O Globo. O cirurgião plástico ele foi indiciado por agressão à estudante Emilly Araújo dentro da casa do “Big Brother Brasil 17”. Apesar de Marcos informar que o advogado não teve sua autorização para impetrar o habeas corpus, a ação terá que ser julgada da mesma maneira.

Fonte: http://extra.globo.com

Share:

0 comentários:

Postar um comentário