quarta-feira, 3 de maio de 2017

DICAS PARA APRENDER A CONFIAR MAIS.


Resultado de imagem para confiança

Procure contar pequenas passagens ou fazer confidências para pessoas chegadas – familiares, amigos. Comece devagar, de forma gradativa. "E, com bom senso, vá percebendo que há quem seja confiável e leal, sim", assegura Cynthia Sch... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2012/12/14/quem-desconfia-de-tudo-vive-em-estado-de-alerta-faca-o-teste-e-veja-se-voce-e-assim.htm?cmpid=copiaecola


Procure contar pequenas passagens ou fazer confidências para pessoas chegadas – familiares, amigos. Comece devagar, de forma gradativa. "E, com bom senso, vá percebendo que há quem seja confiável e leal, sim", assegura Cynthia Schincaglia... -
Cuide da sua autoestima. "Indivíduos com baixa autoestima tendem a ser mais desconfiados", revela a psicóloga

Antes de fazer um julgamento negativo e generalizado, busque evidências palpáveis de que pode ou não acreditar. "Dê um voto de confiança. E queira correr riscos, pois faz parte da vivência humana", aconselha Cecília Zylberstajn, acrescentando que esta é outra característica dos desconfiados: não aceitar o risco

Avalie as desvantagens de não confiar nos seus semelhantes. E no desconforto que é viver assim...

Volte o olhar para si mesmo, tirando o foco dos outros – e repetindo que "todos são desonestos, desleais, indignos de crença". Pense no que o fez ser desse jeito e chegar a conclusões tão pessimistas

Acredite que você tem capacidade de desenvolver discernimento para saber quem é quem. "A princípio, o eterno desconfiado parece não ter crivo, não consegue identificar o bem do mal. Mostra uma inabilidade para conhecer o ser humano", diz Cecília Zylberstajn.

Por fim, se chegar à conclusão de que sofre de um problema crônico, de difícil solução, procure um profissional de saúde, psicólogo ou psiquiatra. "É bom se certificar de que não sofre de algum transtorno – como o paranoide, por exemplo", conclui Cynthia Schincaglia.

Fonte: noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias

Procure contar pequenas passagens ou fazer confidências para pessoas chegadas – familiares, amigos. Comece devagar, de forma gradativa. "E, com bom senso, vá percebendo que há quem seja confiável e leal, sim", assegura Cynthia Sch... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2012/12/14/quem-desconfia-de-tudo-vive-em-estado-de-alerta-faca-o-teste-e-veja-se-voce-e-assim.htm?cmpid=copiaecola
Procure contar pequenas passagens ou fazer confidências para pessoas chegadas – familiares, amigos. Comece devagar, de forma gradativa. "E, com bom senso, vá percebendo que há quem seja confiável e leal, sim", assegura Cynthia Sch... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2012/12/14/quem-desconfia-de-tudo-vive-em-estado-de-alerta-faca-o-teste-e-veja-se-voce-e-assim.htm?cmpid=copiaecola
Share:

0 comentários:

Postar um comentário