quarta-feira, 17 de maio de 2017

ENCONTRAR ANIMAIS PERDIDOS

      Nossos animais se acostumam com a nossa presença. Quando fogem de casa, sentem-se desamparados, aflitos e desprotegidos. Assim, como as crianças pequenas, precisam de outra pessoa para lhes dar comida, afeto e abrigo, portanto, não vivem sem a presença humana.
Este foi o resultado da domesticação dos mesmos. Criamos, com o passar dos anos, uma espécie totalmente dependente de nós, tanto emocionamenle, como fisicamente. Isso significa que somos responsáveis pelo bem estar e sobrevivência dos nossos animais.
       Quando ele foge de casa, 90% das vezes é culpa do dono. Um quintal bem fechado, um portão com tranca, fazem parte do que chamamos de posse responsável. Além disso animais machos tendem a fugir para marcar território.
Para recuperar um animal perdido, é importante prestar atenção em alguns erros fundamentais que as pessoas cometem. Não dá para sentar e ficar esperando para ver se o animal volta ou alguém acha e devolve. As primeiras horas são muito importantes, e devem ser feitas buscas rapidamente.
      A circunstância em que ocorreu o desaparecimento do animal, precisa ser minuciosamente analizada. Por que é ela que vai determinar o tipo de trabalho investigativo, e quais os recursos que deverão ser empregados para a localização do animal. Sendo que, quanto mais rápido iniciar o trabalho de buscas, as possibilidades de êxito em encontrá-lo são maiores. Até os 5 primeiros dias do desaparecimento, as possibilidades estão acima de 90%. Após 10 dias, as chances caem para 80%. Independente do tempo do desaparecimento nenhum caso deve ser descartado, pois sempre existem possibilidades de encontrá-lo e trazê-lo de volta. Mesmo que tenha sido roubado, furtado ou simplesmente encontrado por acaso, o que acontece muito com cachorros e gatos de pequeno porte.
São empregados métodos científicos para localização dos animais.Independente da espécie e do porte do animal, os meios e métodos de busca variam de acordo com cada situação.

Fonte: detetivesdeanimais.com.br
Share:

0 comentários:

Postar um comentário